artigo publicado

Bidding directories 3

Mai 26

São muitas as directorias existentes na web, nos últimos tempos muitos webmasters desenvolveram e promoveram directorias genericas ou temáticas. Este modelo de site pode gerar uma boa receita para o webmaster, se a directoria tiver um bom pagerank, page strength e trafego. A venda de links em destaque ou a abrigatoriedade de pagar para ter o site na directoria são a fonte de rendimento para os webmasters.

Este modelo contudo está bastante saturado, mesmo com algumas alterações e funcionalidades introduzidas em muitas delas. Muitas vezes aparecem alguns detalhes interessantes como um resumo do trafego Alexa ou um thumbnail com a imagem do site. Há contudo directorias que gozam de estatutos especiais com a Aviva directory e muitas outras, onde são reconhecidas por ter uma linha editorial muito forte, e nem todos os sites são aprovados.

A moda agora está nas bidding directories, criadas para ajudar a aumentar o pagerank e trafego dos sites de uma forma barata. As grandes vantágens deste modelo é que permitem por um lado controlar a colocação do link nas páginas de pagerank maior ou com mais trafego e exposição. Por outro lado os links são vendidos a um preço muito razoavel.

Normalmente estas directorias estão organizadas por categorias por ordem alfabética ou por categorias temáticas.
Quando se pretende submeter o site, escolhemos a categoria que pretendemos e submete-se os dados do link. Normalmente é o URL, o anchor text e um ou duas linhas descritivas, assim como o valor que se pretende pagar. A colocação do link depende do valor que se paga e da concorrência existente nessa categoria.  

O valor minimo de um link pode ser $1 e dá direito à colocação na devida categoria. Aqui os links aparecem por ordem decrescente desde os que pagam mais até aos que pagam o mínimo. De todos os links em todas as categorias, os que tem o valor mais elevado aparecem automaticamente na homepage uma pagina que tem o pagerank mais elevado e que a exposição do link é maior.

Outra funcionalidade interessante é que o dono do site pode colocar um codigo no site que permite aos utilizadores do seu site, pagar para ajudar a aumentar a exposição do site na referida directoria.

Existem já muitas directorias deste tipo. Com um orçamento relativamente baixo é possível submeter um site em muitas delas com colocação numa pagina com pagerank elevado por um valor muito baixo. Quem pretender uma exposição maior e ter o link numa pagina com pagerank maior, poderá gerir facilmente essa colocação se tiver orçamento para tal.

Um dos meus projectos mais recentes foi o text-link-easy.com, uma biding directory que estou a promover fortemente e que pretendo aumentar o pagerank de 4 para um valor mais elevado no próximo update. As paginas das categorias tem um pagerank 3. O aumento de trafego para este site é também um dos objectivos para garantir um bom retorno para todos os que investirem num link. O preço mínimo de um link é de 1$ por um ano. Fica o convite à compra de um link.

subscreve os comentários

Existem 3 comentários neste artigo

  1. Wilson diz:

    Acho esse modelo de negócio um pouco estranho…

    1€ por um link é muito caro ! Com meia dúzia de euros posso anunciar no google adwords, no Yahoo, etc… e aumento o número de visitas.

    Mas como vais colocar links de pagerank maiores? Nesta página, http://www.wilson.com.pt/jogos só tenho um jogo de tetris, com P.R =4, e o resto do site tem PR=3.
    Juro que não percebo…

  2. webmaster diz:

    Não é 1€ é $1 que é menos. Sabes como funcionam as directorias? os featured links dessas directorias? ou por ex como funciona o page rank?

    Obviamente quem quer aumentar o pagerank não pode focar apenas numa forma de link building. Esta forma é mais uma delas.

    Se consideras $1 caro é porque estas por fora dos preços dos links. Obviamente que se conseguem links com PR mais alto gratis.

  3. Ricardo diz:

    Boas.

    Até acho o conceito bastante interessante, mas penso que só funciona mesmo para ter mais um backlink. Acho que só terá visitantes aqueles links que estão na página principal, porque a navegação nas categorias é muito estranha.

    Se as categorias em vez de ser por letras fossem por assunto julgo que o conceito seria mais interessante, e o próprio backlink teria mais peso, pois seria relacionado com o assunto.

Deixa a tua opinião neste artigo

* campos obrigatórios

ganhar dinheiro

  • tirei tudo
  • Já não promovo nada
  • Nem mesmo ebay
  • TLA muito menos
  • nothing

Sobre mim

O meu nome é Rui Augusto e aqui neste blog partilho conhecimento, experiências e opiniões sobre temáticas ligadas à rentabilização e promoção de sites. Mais detalhes podem ser verificados na pagina sobre o tolnetwork.com

twitter feeds flicker twitter Dihitt

tolnetwork.com is powered by WordPress and Customized FREEmium Theme.
developed by Dariusz Siedlecki and brought to you by FreebiesDock.com