artigo publicado

Como lidar com a concorrência na Web? 3

Set 3

Com os milhares de domínios e sites novos criados diariamente, dificilmente alguém conseguirá ter um projecto na Web que actue num nicho que não tenha qualquer tipo de concorrência. O facto de haver mais sites do mesmo tema que o nosso ou que estejam dirigidos ao mesmo tipo de utilizadores não deverá ser encarado como um problema mas como uma oportunidade.

Pensem um bocado como utilizadores da internet…se vocês se interessam sobre determinado tema, esgotam todas as vossas necessidades de informação sobre esse tema num único site? Uma única opinião sobre determinado assunto é suficiente? Uma loja online consegue ter sempre os melhores preços para toda a gama de produtos? Um site de informação consegue ter sempre as melhores notícias sobre todos os assuntos que nos interessam? Certamente que não podemos esperar que os utilizadores usem apenas o nosso site.

E como webmasters? Será que conseguimos toda a informação sobre SEO lendo apenas o melhor blog sobre o assunto? E nos fóruns, participar no DigitalPoint chega para adquirir todos os serviços que necessitamos? Não haverá também sites que proporcionam melhores recursos numas áreas mas sejam inferiores noutras?

Tudo isto para introduzir que ninguém sobrevive sozinho na internet. Cada vez mais os motores de busca assumem um papel preponderante e são a principal fonte de tráfego de muitos sites e blogs. Conseguir as melhores posições obriga a uma grande popularidade e essa consegue-se através da troca de links. Para que essa troca de links seja mais válida e eficaz, esses links precisam de ser de sites do mesmo tema. Certamente para muitos colocar um link para a concorrência poderá ser um grande problema. Por que razão haveremos de deixar sair os utilizadores do nosso site, ainda por cima para outro que foca o mesmo tema que o nosso?

Construir relações entre sites do mesmo tema pode ser uma boa estratégia a longo prazo. Não só porque haverá uma partilha de tráfego entre ambos, como poderá facilitar que no futuro, se nos queremos distinguir e melhorar o serviço, que os utilizadores do outro site possam facilmente ter acesso aos nossos conteúdos.

O facto de fazermos referências e linkarmos aos melhores sites sobre o nosso tema, mostra que não temos medo de referir as referências, proporcionando até uma experiência melhor para os utilizadores do nosso serviço. Esse tipo de atitude, pode mostrar e desencadear o mesmo tipo de atitude em relação ao nosso site com todas as vantagens que isso possa acarretar quando vindo de sites mais importantes e com mais tráfego.

Poderá não ser tão válido um link recíproco entre dois sites sobre automóveis por ex ao invés de ser um link num só sentido no caso de pensarmos n o cálculo do pagerank. Mas certamente será muito válido para partilha de tráfego e para o estabelecimento de relações entre webmasters. Estas poderão no futuro estender-se a partilha de conteúdos e a outras formas de promoção mútua.

Fomentar guerras, criar antipatias e arranjar problemas com a concorrência não é também a melhor estratégia. Poderá até dar resultado para algum dos utilizadores, mas mais tarde ou mais cedo poderemos ficar a perder com uma situação dessas. Neste caso, se nos queremos diferenciar num projecto, acho que devemos melhorar o serviço, especializar em determinado serviço em que possamos ter mais potencial e devemos afastar as polémicas sempre que possível. Isto é mais normal que aconteça em fóruns. Os blogs, os planetas e outros tipos de sites não deixam de estar imunes.

Poderei não ter o background ideal para falar sobre este tipo de problemática. No entanto considero que tive algum sucesso na web, tive e ultrapassei vários problemas ao longo de 7 anos. Houve utilizadores e pessoas que tentaram boicotar o trabalho ou dificultar a moderação do fórum ou a linha editorial do tuning.online.pt.  Uma coisa que considero e olhando para trás, é que tudo isso foi ultrapassado preocupando-me apenas em melhorar o serviço que prestava e melhorando sempre a relação com todos os utilizadores que realmente interessavam à continuidade do serviço. Preocupei-me sempre em ter excelentes relações com a concorrência e com o passar dos anos, quem acabou por ganhar fui eu e quem tomou uma atitude similar. 

subscreve os comentários

Existem 3 comentários neste artigo

  1. Gostei muito do post, ouvir falar a “voz da experiência”….

    Abraço,
    José Fernandes

  2. Helder Encarnação diz:

    Muito bom o artigo. Focaste um ponto que não é muito habitual, normalmente perde-se tempo a falar da mesma coisa e esquece-se isto que referiste que é deveras importante.

  3. Miguel Lucas diz:

    Artigo Muito bom mesmo.

    Davas um bom Director de Marketing 😀

Deixa a tua opinião neste artigo

* campos obrigatórios

ganhar dinheiro

  • tirei tudo
  • Já não promovo nada
  • Nem mesmo ebay
  • TLA muito menos
  • nothing

Sobre mim

O meu nome é Rui Augusto e aqui neste blog partilho conhecimento, experiências e opiniões sobre temáticas ligadas à rentabilização e promoção de sites. Mais detalhes podem ser verificados na pagina sobre o tolnetwork.com

twitter feeds flicker twitter Dihitt

tolnetwork.com is powered by WordPress and Customized FREEmium Theme.
developed by Dariusz Siedlecki and brought to you by FreebiesDock.com