Arquivo Fevereiro 2009

Mudar a fonte no Adsense 4

Fev20

Normalmente refiro aqui sempre novas funcionalidades que o Adsense disponibiliza. Falei quando o Adsense começou a testar fontes diferentes nos seus anúncios, mas certamente a opção que ficou agora disponível é bastante mais importante.

Um dos problemas que se tem muitas vezes ao integrar Adsense num site é em integrar a forma como os anúncios aparecem no nosso site. Fazer a equivalência da fonte do anúncio com a fonte do site. Agora isso é possível, pois podemos alterar a fonte com que aparecem os anúncios no nosso site.

Estão disponíveis apenas 3 fontes, mas são as suficientes, Arial, Times New Roman e Verdana. Existem várias formas de se customizar a fonte. A mais rápida é indo à secção Account Settings e seleccionar uma fonte para todos os anúncios da nossa conta. Alterar esta opção afecta todos os anúncios criados no passado, mesmo que sejam anteriores à disponibilização Manage Ads.

No entanto é possível alterar para cada bloco a opção de fonte, através da opção Manage Ads. No entanto convém referir, que alterando a opção no Manage Ads, essa configuração não é alterada pelas preferências globais referidas antes.

Creio que esta nova funcionalidade é bastante boa e vai possibilitar um melhor enquadramento dos blocos de anúncios num site, aumentando o blending e conseguindo esteticamente um resultado bastante melhor.

Penalização ou cosmética? 1

Segundo Aaron Wall, a aparente penalização do Google.co.jp, não passou de uma operação de marketing. Claro que na barra aparece como Pagerank 5…mas…o referido motor de pesquisa continua a aparecer listado em primeiro lugar para a procura do site.

Os menos atentos poderão não notar, mas se procurarem por marcas ou nomes como “John Chow”, “Text Link Ads” ou “Top Green Cars” não vão encontrar os sites oficiais nas listagens.

Segundo o Aaron Wall, os mandamentos do SEO não são para todos! Mas isso já sabíamos!

50€ para gastar 2

Fev12

Hoje surgiu uma notícia animadora no Jornal de Negócios. Segue a transcrição de parte dessa notícia:

“A Google Portugal, há um ano com presença directa no país, quer trazer as pequenas e médias empresas para o mundo da publicidade “online”. Para isso, a empresa vai oferecer um cupão de 50 euros para que possam experimentar o produto AdWords.

Paulo Barreto, director-geral da Google Portugal, diz que “já são várias as empresas a aderir ao AdWords, principalmente no último trimestre do ano passado”.

O responsável, num encontro com jornalistas, confessa que a crise poderá criar oportunidades de negócio para a Google, uma vez que a publicidade direccionada poderá ser a opção de muitas empresas, segundo a visão que detém o maior motor de busca do mundo.

O Google Adwords permite ao utilizador criar anúncios escolhendo palavras-chave, as quais são palavras ou expressões relacionadas com a sua empresa.

Quando as pessoas pesquisam no Google utilizando uma das suas palavras-chave, o seu anúncio poderá ser apresentado ao lado dos resultados da pesquisa. Não existe requisito de gasto mínimo – o valor pago para o AdWords é escolhido pelo utilizador. É possível, por exemplo, definir um orçamento diário de cinco dólares e um custo máximo de dez cêntimos por cada clique no seu anúncio.”

A notícia segue com mais alguns comentários sobre outros produtos Google, mas o Adwords é realmente o mais relevante.

Realmente a presença, ainda que fraca do Google em Portugal não se fazia notar de forma relevante. A primeira vez que tive conhecimento da actividade do Google, foi com o convite para o Google University que me endereçaram em 2006. Depois estive num curso Adwords patrocinado pelo Google mas dado pela empresa Marketing Tecnológico. Para além disso, houve ainda a referência da entrevista do Gorila.pt a uma engenheira do Google.

É importantíssimo que o Google promova o seu produto Adwords. A publicidade online tem enormes potencialidades e tem vantagens que outro tipo de publicidade não garante. Por exemplo, num anúncio de televisão, a empresa de marketing nunca poderá saber em concreto o retorno da exibição desse anúncio. Com o Adwords, os anúncios podem ser convertidos em vendas, tráfego, leads, etc e isso ser correctamente conhecido.

Espero sinceramente que as empresas adiram em massa. Algumas vão utilizar e vão cometer alguns erros. Por ex, é provável que apareçam clicks de elevado valor, para keywords que até pode nem ser habitual, ou que as empresas gastem 5€ diariamente logo no início do dia. As empresas não têm nada a perder em experimentar, são 50€ para gastar que até se podem converter em vendas importantes se correctamente utilizados.

Se é responsável por alguma empresa que pretenda aderir a este tipo de iniciativa, recomendo ainda os cursos Adwords do Marketing Tecnológico.

Nada como começar o dia com algum humor 6

Fev10

O João publicou hoje um post no webkaput (faz o que eu digo e não o que eu faço) em que segundo informações publicadas no Techcrunch, o Google anda a pagar por reviews no Japão. Obviamente compreendo que numa empresa global e com muitos colaboradores, parte da estratégia se perca no meio do oceano pacífico. Cada país pode ser um caso particular, mas a internet é universal.

No entanto, pelo barulho e problemas que o Google causa com esta história dos posts pagos, acho que não devia falhar nunca neste aspecto dos posts pagos ou do SPAM do pagerank. O Matt Cutts deve andar fu…fu…furioso.

Por mim acho que é uma boa estratégia de marketing e o Google tem que rapidamente ultrapassar a concorrência no Japão, Coreia e Russia, seja qual for o método utilizado 🙂

UPDATE: Google Japão com Pagerank penalizado

Pag 1 de 212

ganhar dinheiro

  • tirei tudo
  • Já não promovo nada
  • Nem mesmo ebay
  • TLA muito menos
  • nothing

Sobre mim

O meu nome é Rui Augusto e aqui neste blog partilho conhecimento, experiências e opiniões sobre temáticas ligadas à rentabilização e promoção de sites. Mais detalhes podem ser verificados na pagina sobre o tolnetwork.com

twitter feeds flicker twitter Dihitt

tolnetwork.com is powered by WordPress and Customized FREEmium Theme.
developed by Dariusz Siedlecki and brought to you by FreebiesDock.com