Arquivo Março 2009

Alteração dos habitos de pesquisa. 5

Mar26

É inegável que a utilização da internet tem crescido bastante em Portugal, com isso, assiste-se também a um maior domínio de todos os recursos existentes. A especialização da pesquisa tem crescido bastante, e hoje os utilizadores não fazem tantas pesquisas apenas por uma palavra, assistindo-se a pesquisas cada vez mais complexas.

Os próprios algoritmos do Google (também dos outros motores de pesquisa) sofrem diversas alterações periodicamente que afectam o tráfego dos nossos sites. Eventualmente, se for um site com algum tráfego, algumas das perdas no posicionamento para determinadas keywords, podem ser compensadas pela subida de outras.

É normal ao optimizarmos um site, ter uma ou um grupo muito restrito de keywords para as quais se faz uma optimização preferencial. Essas keywords estão relacionadas com o tema principal do site, havendo a tendência para optimizar para as que eventualmente poderão enviar mais tráfego. Com o tempo o site pode tornar-se nº 1 no Google para essas keywords e poderá manter-se assim por muito tempo.

Mas isso não garante o sucesso permanente. Na figura seguinte mostro a evolução para um dos meus sites das visitas recebidas ao longo de mais de 2 anos para a keyword principal do site, em que este é nº 1 há muitos anos de forma permanente. Como é possível ver, o tráfego enviado por essa keyword, diminuiu bastante, tendo chegado a receber mais de 900 visitas diárias, tendo diminuído para uma média de 170 visitas diárias.

A percentagem de tráfego relativo desta keyword desceu de cerca de 14% do tráfego em 2006 para menos de 3% em 2009!

Em relação à pesquisa, em 2007, o top 10 de keywords continha 3 keywords de uma única palavra e 7 com duas palavras. Em 2009 já só consta no top 10 uma keyword de uma palavra, sendo que a pesquisa que se encontra a enviar mais tráfego é composta por 4 palavras. Isto confirma que as pesquisas estão cada vez mais complexas, pois os utilizadores sabem procurar com mais precisão aquilo que necessitam.

O Google suggest, que referenciei em Agosto de 2008 tem também a sua quota-parte e sem dúvida que mudou a forma como certo grupo de utilizadores efectua as suas procuras no Google. Se calhar deveria olhar mais para isso!

google suggest

Olhando para o histórico do Analytics, poderão ainda encontrar-se mais alterações provocadas pelas alterações nos algoritmos. Evidentes poderão ser por exemplo as configurações do Geographic Target, introduzidas no Webmaster tools ou o aumento da quantidade de pesquisas de imagens.

Por estas e outras razões é preciso acompanhar normalmente as estatísticas do site, sendo que algumas coisas tornam-se visíveis apenas alargando o período de amostragem.

Mais Alojamento 1

Mar10

Um pequeno descuido com redireccionamento de emails, fez com que não tivesse recebido os avisos para pagamento deste domínio. No entanto fui rapidamente avisado e a situação resolveu-se rapidamente.

Aproveitando a situação queria referir um novo projecto que parece interessante para todos aqueles que possuem ou pretendem adquirir um alojamento dedicado. O projecto O www.mais-alojamento.com e trata-se de um portal de discussão e análise de Alojamentos Web.

Este site pretende esclarecer e ajudar os utilizadores a decidirem sobre a melhor escolha na altura de decidir a empresa de alojamento internet. O Mais-Alojamento possui já inúmeras análises a algumas das companhias de hosting mais conhecidas como a HostGator, DreamHost, BlueHost, entre outras. É também objectivo do projecto a criação de um directório de empresas de hosting portuguesas, no sentido de melhor elucidar os leitores na altura de decidir por alguma empresa de hosting nacional.

Este website só poderá oferecer um conteúdo de qualidade superior com a ajuda dos leitores e clientes de alojamento. O site está por isso aberto à participação de todos.

Ryanair e o Adsense 9

Mar3

O Adsense é um sistema que funcionalidades únicas e que mais nenhum outro sistema de publicidade online possui. Contudo devemos ter sempre muito cuidado com a forma com que o usamos. Perceber como o sistema deve ser usado não tem muitos truques, mas também por ser fácil, leva a que por vezes sejam cometidos muitos erros.

O Adsense deve ser usado com especial atenção por empresas ou sites que pretendem promover serviços ou vender produtos. As razões para esse cuidado adicional podem ser facilmente enumeradas mas as principais são que os utilizadores do site vão questionar porque é que nesse site esta a tentar mostrar publicidade a outros produtos em vez de se centrarem na venda do próprio produto ou serviço, mas também, pela forma como os anúncios são contextuais, irão aparecer anúncios concorrentes nesse site, redireccionando potencialmente os utilizadores para a concorrência.

Os anúncios da concorrência podem ser bloqueados, usando a opção Competitive Ad Filter do Adsense, sendo que esta tarefa poderá ser muito morosa para poder ser efectiva, consoante o nicho do site.

Mas há muitas empresas que não percebem isto e usam o Adsense de forma errada como forma de obter rendimentos adicionais da sua presença online. Um caso interessante é o caso do site da Ryanair.

No site da Ryanair, quando procuramos um determinado voo, por ex do Porto para Dublin, são nos mostrados os dados do voo. Se não estivermos satisfeitos podemos fazer uma nova procura, mas também aparecem anúncios Adsense que mostram informação adicional. Os anúncios que podem aparecer (e podem fazer o testes) podem ir de anúncios de hotéis em Dublin, mas também, e pasme-se, anúncios da Easyjet, BMI ou KLM. Eventualmente um utilizador menos experiente, poderá escolher um destes anúncios e ir directo para o site concorrência, que ate pode ser mais atractivo e fácil de usar, levando a Ryanair a perder um cliente e a ganhar o equivalente a um click Adsense.

A menos que a estratégia da Ryanair para apenas por rentabilizar a utilização das casas de banho nos voos e o Adsense no seu site, esta estratégia, ou a forma errada de usar o Adsense está certamente a piorar os seus resultados financeiros. Ainda se os anúncios fossem apenas de hotéis ou aluguer de carro, eventualmente bastante rentáveis, ainda se justificaria, mas parece não ser o caso.

Melhor ainda. Se eu trabalhasse na Easyjet, facilmente direccionaria uma campanha Adwords para o site da Ryanair para lhe retirar potenciais clientes.

Fica assim o aviso para que as empresas tenham cuidado adicional na utilização do Adsense e também do Competitive Ad Filter. E casos como estes existem também em Portugal

Moblig 1

Estranhamente e ao contrario do que estaria à espera quanto li a primeira vez sobre o Moblig, estava à espera que nos blogs nacionais houvesse vários artigos sobre o lançamento deste sistema de classificação de blogs e que a divulgação do projecto fosse grande. Mas foram poucos os locais em que li sobre o assunto.

O Moblig é uma evolução do projecto Melhor Blog Português, em que o Rui Costa (2.0 webmania) foi o grande responsável. O MBP elegia os melhores blogs Portugueses em diversas áreas.

O Moblig é o primeiro sistema de classificados de blogs para os blogs Portugueses. Este sistema faz uso de 11 critérios diferentes – Technorati, tráfego, Delicious, leitores via feed, tops e mais algumas factores, uns mais objectivos que outros.

Segundo o Rui Costa, o Moblig começou por ser apenas uma ideia para um post, cresceu para uma ideia de dossier e descambou no projecto de que podem agora fazer uso e abuso embora ainda em fase de testes.

Um factor interessante é o facto de que a ponderação dada a cada critério foi construída através da recolha na comunidade de bloggers nacional.

O Moblig ainda está em fase beta, mas parece-me que é já um excelente projecto e que serve não só para consulta, mas também para encher o ego a muitos bloggers. Visitem.

ganhar dinheiro

  • tirei tudo
  • Já não promovo nada
  • Nem mesmo ebay
  • TLA muito menos
  • nothing

Sobre mim

O meu nome é Rui Augusto e aqui neste blog partilho conhecimento, experiências e opiniões sobre temáticas ligadas à rentabilização e promoção de sites. Mais detalhes podem ser verificados na pagina sobre o tolnetwork.com

twitter feeds flicker twitter Dihitt

tolnetwork.com is powered by WordPress and Customized FREEmium Theme.
developed by Dariusz Siedlecki and brought to you by FreebiesDock.com