Categorias Adsense

Adsense: Blocos de links 125×125? 12

Hoje venho partilhar um formato que estou a usar para colocação de blocos de links Adsense. Escrevi a ultima vez sobre esta temática em 2008, na altura, referindo o sucesso que tinha tido com a implementação de um bloco de links na sidebar de alguns sites.

Desde então tenho continuado a utilizar alguns dos formatos disponibilizados pelo Adsense para integração de blocos de links. Em alguns casos deixei de colocar blocos de links, porque o valor dos clicks para algumas temáticas são bastante mais baixos do que nos blocos de anúncios normais. No entanto para outros temas o formato é excelente e pode dar bastante bons resultados.

Nunca fui também adepto da moda dos três blocos de links lado a lado, que penso que foi promovida pelo Custódio num artigo em que explicava como aumentar os ganhos de adsense. Em tempos isto chegou a ser uma praga pois toda a gente testou isto!

O formato que eu estou a usar em alguns sites e que proponho que testem, é a colocação de um bloco de links num espaço 125×125 com cores específicas. O adsense não tem o formato 125×125 para blocos de links. A ideia consiste em usarem o bloco de links 120×90 com o mesmo border e background e escolher uma cor para os links que faça a integração com os vosso site. A utilização de um estilo no CSS facilitará o posicionamento.

Acho que este formato pode ser usado de forma perfeita na sidebar. O formato 125×125 é standard nos blogs e desta forma não haverá grandes problemas de integração. Permite ainda preencher aqueles espaços “anuncie aqui” que muitas vezes se costuma colocar nas sidebars. A escolha das cores e a forma como aparecem as palavras poderá ser um bom chamariz para os utilizadores que procuram tudo que é link!

Deixo aqui um exemplo de utilização.

ads125 1

Bloqueio de categorias no Adsense 2

A opção de se poder bloquear alguns tipos de anúncios era há muito pedida pelos editores de Adsense. Apesar de esta opção estar já disponível para alguns mercados, para Portugal só esta semana ficou disponível.

Assim, quem quiser, já pode optar por bloquear uma das onze categorias disponíveis para se poder bloquear. As categorias disponíveis são: Encontros, Enriqueça rapidamente, Jogos de vídeo (casuais e on-line), Medicamentos e suplementos, Perda de peso, Política, Referências a sexo e sexualidade, Religião, Saúde sexual e reprodutiva, Toques e itens transferíveis, Tratamentos estéticos e modificação corporal.

Para alguns tipos de sites, o facto de poderem ter anúncios relacionados com determinadas temáticas pode dar uma imagem negativa. Desta forma os editores podem de uma maneira mais fácil bloquear esse tipo de anúncio.
Este bloqueio só pode ser feito ao nível da conta. Assim, editores que possuam sites de várias áreas, poderão condicionar os seus ganhos bloqueando determinadas categorias.

Interessante é o facto de o Adsense nos dar uma estimativa das impressões que cada uma destas categorias gera e o contributo em termos de ganho para a nossa conta. Penso que são apenas estimativas, mas poderá ser interessante a análise destes valores antes de uma tomada de decisão. Poderão por ex sentir-se tentados a bloquear uma categoria que tenham uma percentagem relativamente considerável de impressões e não gere ganhos. No entanto lembro que bloqueando anúncios, estes deixarão de contribuir para o leilão de cada bloco, podendo fazer com que o valor dos ganhos diminua.

Por outro lado às vezes a imagem é mais importante e bloquear anúncios de determinado tipo é mais importante.
Para acederem a esta configuração devem ir ao Centro de revisão de anúncios – categorias filtradas – alterar.

No meu caso para já fica na mesma.

Evento Google Adsense em Lisboa 19

Na passada terça-feira estive presente em mais um evento do Google Adsense em Lisboa. O evento foi promovido pelo Guilherme Anjos da equipa Adsense do Brasil. Embora não tenha sido tão bom como o Google University de 2006, valeu pelo convívio e para conhecer algumas das novidades do Adsense.

Da agenda constou a apresentação do DoubleClick for Publishers (DFP) Small Business. Basicamente é uma solução que nos permite gerir toda a publicidade do nosso site, quer seja adsense, outras redes, ou venda directa. Ainda não dediquei tempo a isto, mas vou ter que o fazer brevemente.

Seguiu-se algum tempo dedicado às melhores praticas Adsense. Também não houve novidades, a não ser falar um pouco do tipo de blocos e da utilização de texto+imagens nos blocos adsense e as vantagens que isso trás. Quem lê o tolnetwork regularmente não ouviu nada de novo.

Houve depois uma sessão de optimização de sites. Aqui também nada de novo, embora se tenham repetido algumas boas práticas como a utilização do section targeting, colocação dos anúncios, etc. Aqui a única coisa que é relevante é a colocação do melhor anúncio a aparecer primeiro no código pois esse é certamente o que receberá os clicks mais elevados. Houve ainda um site de um dos participantes que foi analisado por todos.

Finalmente falou-se da nova interface do Adsense. Supostamente foi feito o opt-in a todos os presentes que brevemente poderão testar esta interface ainda em beta. Para além do aspecto mais parecido com o analyics vai permitir a visualização de relatórios mais detalhados e analises que até ao momento só eram possíveis com a utilização muito detalhada de diferentes critérios. Uma das coisas boas é que permitirá analisar tendências de ganhos de forma grafia.

Basicamente foi isto, como prémio foi ainda dado a cada um dos presentes um bilhete de lotaria com uma nota dizendo: “se a sorte não lhe bater à porta, bata à porta do Google Adsense”.

Flutuação dos ganhos Adsense 0

Normalmente sou um pouco crítico em relação à informação que a equipa do Adsense publica no seu blog. Já falei por exemplo anteriormente em relação aos fracos exemplos de optimização que são dados nesse blog. No entanto foi publicado um artigo que merece referência e que gostaria que não passasse desapercebido a quem usa o Adsense nos seus sites.

Este artigo explica uma das razões para haver flutuação nos ganhos do adsense. Uma das razões são as campanhas temporárias que vários anunciantes e agências realizam por curtos períodos de tempo. Normalmente estas campanhas estão direccionadas para CPM, em que se pretende uma divulgação da marca rápida, em determinados sites ou em períodos muito específicos relacionados com dias da semana ou determinados eventos.

Estas campanhas afectam os rendimentos pois competem pelos mesmos lugares nos sites da rede de conteúdos do adsense, e como necessitam de obter impressões para dar visibilidade à marca ou a determinado evento, normalmente a bid para estes anúncios é maior, de forma a provocar a visualização dos anúncios. Desta forma o eCPM das páginas aumenta e também os ganhos Adsense.

A grande razão para que alguns sites notem valores médios por click baixos é o facto de não haver grande concorrência, ou de o bid que fazem para as keywords não ser grande. Se a concorrência aumentasse, então os ganhos subiriam de forma gradual. Quando se fala de um nicho em que o valor do CPC é alto, isso só acontece se houver concorrência. Se ela não existir, então os valores serão baixos.

Imaginem que têm um site sobre Criopreservação de células estaminais. Imaginem que há duas empresas a operar nesta área e a anunciar em Adwords nesta área. Eventualmente se a competição for grande, e estas duas empresas quiserem lutar pelos melhores lugares no vosso site, vão ter que subir o valor do bid. O valor do click que vão ganhar está relacionado com o valor do segundo bid mais elevado para a keyword que o anúncio está a eleger. Vamos assumir que o valor é 0.5€. Se por qualquer razão uma das empresas deixar de anunciar no Adwords, então deixa de haver concorrência e provavelmente vão começar a aparecer anúncios mais genéricos, onde eventualmente 0.05€ são suficientes para que a única empresa de Criopreservação a anunciar no adwords possa garantir as melhores posições. A falta de concorrência e luta pelas melhores posições é assim uma das razões porque em determinadas alturas os sites passem a render menos.

Voltando às campanhas de CPM. No blog do Adsense são também feitas sugestões para garantir que se pode tirar mais proveito destas campanhas, nomeadamente:

  • Garantir que nos blocos de adsense, se permite o formato image ads, pois só assim se garante que podem aparecer anúncios CPM.
  • Garantir que se colocam blocos em locais visíveis quando se abre o site (above the fold).
  • Usar canais em que se escolhe a opção “Show this channel to advertisers as an ad placement”. Desta forma os anunciantes que usem este formato conseguem obter informação sobre a localização desses locais ao anunciar.
  • Finalmente pode adicionar-se informação no Ad Planner Publisher Center, para que se possam captar novos anunciantes.

Uma das minhas dúvidas actualmente está relacionada com o bloco 234×60, pois actualmente não é possível seleccionar apenas image ads. Coloquei a questão no referido post para tentar saber se com text and image ads, esses blocos ainda são elegíveis para este tipo de posicionamento de anúncios.

Por outro lado, poderão estar muito tempo sem este tipo de campanhas no vosso site e de um momento para o outro passarem a ganhar muito mais sem alterarem nada, apenas porque há mais campanhas do tipo CPM e mais concorrência a lutar pelos melhores locais no vosso site. Se tiverem duvidas em verificar se estão a ganhar dinheiro com campanhas deste tipo, avisem que eu explico como se vê isso nos reports.

Pag 2 de 2012345...1020...última »

ganhar dinheiro

  • tirei tudo
  • Já não promovo nada
  • Nem mesmo ebay
  • TLA muito menos
  • nothing

Sobre mim

O meu nome é Rui Augusto e aqui neste blog partilho conhecimento, experiências e opiniões sobre temáticas ligadas à rentabilização e promoção de sites. Mais detalhes podem ser verificados na pagina sobre o tolnetwork.com

twitter feeds flicker twitter Dihitt

tolnetwork.com is powered by WordPress and Customized FREEmium Theme.
developed by Dariusz Siedlecki and brought to you by FreebiesDock.com