Tags concorrência

Ryanair e o Adsense 9

Mar3

O Adsense é um sistema que funcionalidades únicas e que mais nenhum outro sistema de publicidade online possui. Contudo devemos ter sempre muito cuidado com a forma com que o usamos. Perceber como o sistema deve ser usado não tem muitos truques, mas também por ser fácil, leva a que por vezes sejam cometidos muitos erros.

O Adsense deve ser usado com especial atenção por empresas ou sites que pretendem promover serviços ou vender produtos. As razões para esse cuidado adicional podem ser facilmente enumeradas mas as principais são que os utilizadores do site vão questionar porque é que nesse site esta a tentar mostrar publicidade a outros produtos em vez de se centrarem na venda do próprio produto ou serviço, mas também, pela forma como os anúncios são contextuais, irão aparecer anúncios concorrentes nesse site, redireccionando potencialmente os utilizadores para a concorrência.

Os anúncios da concorrência podem ser bloqueados, usando a opção Competitive Ad Filter do Adsense, sendo que esta tarefa poderá ser muito morosa para poder ser efectiva, consoante o nicho do site.

Mas há muitas empresas que não percebem isto e usam o Adsense de forma errada como forma de obter rendimentos adicionais da sua presença online. Um caso interessante é o caso do site da Ryanair.

No site da Ryanair, quando procuramos um determinado voo, por ex do Porto para Dublin, são nos mostrados os dados do voo. Se não estivermos satisfeitos podemos fazer uma nova procura, mas também aparecem anúncios Adsense que mostram informação adicional. Os anúncios que podem aparecer (e podem fazer o testes) podem ir de anúncios de hotéis em Dublin, mas também, e pasme-se, anúncios da Easyjet, BMI ou KLM. Eventualmente um utilizador menos experiente, poderá escolher um destes anúncios e ir directo para o site concorrência, que ate pode ser mais atractivo e fácil de usar, levando a Ryanair a perder um cliente e a ganhar o equivalente a um click Adsense.

A menos que a estratégia da Ryanair para apenas por rentabilizar a utilização das casas de banho nos voos e o Adsense no seu site, esta estratégia, ou a forma errada de usar o Adsense está certamente a piorar os seus resultados financeiros. Ainda se os anúncios fossem apenas de hotéis ou aluguer de carro, eventualmente bastante rentáveis, ainda se justificaria, mas parece não ser o caso.

Melhor ainda. Se eu trabalhasse na Easyjet, facilmente direccionaria uma campanha Adwords para o site da Ryanair para lhe retirar potenciais clientes.

Fica assim o aviso para que as empresas tenham cuidado adicional na utilização do Adsense e também do Competitive Ad Filter. E casos como estes existem também em Portugal

Análise da concorrência 7

Mai22

Hoje em dia não deverá haver tema nenhum que não esteja a ser coberto por um site, fórum ou blog na Internet. É por isso sempre difícil iniciar um projecto online onde vamos estar sujeitos a uma concorrência muito forte.

Identificar o que a concorrência está a negligenciar poderá ser um factor de sucesso se soubermos tirar partido disso.

Os sites ou blogs concorrentes do nosso terão certamente a vantagem de uma maior audiência, mais tempo online, mais conteúdos, etc. Se tirarmos partido da nossa flexibilidade poderemos ter sucesso preenchendo as lacunas dessa concorrência, tendo a vantagem que saberemos mais facilmente como ter sucesso.

Se a concorrência é realmente forte e tem qualidade, não deveremos cobrir exactamente os mesmos tópicos, ou devemos focalizar em áreas que não estão a ser tão abordadas. Em relação a blogs, devemos por um lado ter cuidado, pois os restantes bloggers no nosso nicho, são potenciais aliados. Lembro que poder ganhar alguns links e referências dentro do mesmo nicho é fundamental para crescer em termos de posicionamento nos motores de pesquisa e em tráfego.

Analisar a concorrência com algum detalhe poderá poupar-nos muito trabalho no futuro e facilitar o sucesso do nosso projecto, tendo como objectivo que o nosso se destaque sempre. Assim algumas das questões que devem usar quando analisam um blog poderão incluir:

1. Quais as principais qualidades do blog?
2. Que tipo de assuntos são cobertos no blog para determinado nicho e quais não são?
3. Qual a frequência de novos artigos?
4. Qual o tamanho dos artigos?
5. Para que tipo de público os artigos são escritos?
6. Qual o nível de detalhe que é usado?
7. Que tipo de questões os utilizadores colocam nos comentários?
8. Qual o estilo de escrita usado?
9. Que tipo de artigos conseguem mais comentários, links e trackbacks?
10. Que tipo de design é usado? O que falha nesse design, funcionalidade e navegação do blog?
11. O que é escrito sobre esse blog por outros bloggers?
12. Como é feita a rentabilização do blog?

Usar ferramentas como o Technorati ou Google poderá ajudar a perceber melhor muito alguns destes aspectos, nomeadamente de onde provém os links para esse blog.

Conseguir a excelência no que a concorrência não faz tão bem poderá ser um factor decisivo para se ganhar links e tráfego, fundamental para o sucesso e rentabilização do nosso projecto.

ganhar dinheiro

  • tirei tudo
  • Já não promovo nada
  • Nem mesmo ebay
  • TLA muito menos
  • nothing

Sobre mim

O meu nome é Rui Augusto e aqui neste blog partilho conhecimento, experiências e opiniões sobre temáticas ligadas à rentabilização e promoção de sites. Mais detalhes podem ser verificados na pagina sobre o tolnetwork.com

twitter feeds flicker twitter Dihitt

tolnetwork.com is powered by WordPress and Customized FREEmium Theme.
developed by Dariusz Siedlecki and brought to you by FreebiesDock.com