Tags Marketing online

eShow 2012 2

Mais uma vez, Lisboa recebe o eShow. A terceira edição da maior Plataforma de Negócios para os sectores do e-commerce, marketing online, hosting&cloud e social media, irá realizar-se em Outubro, nos dias 9 e 10. Para quem não sabe, o eShow é um evento de negócios online, que ocorre anualmente em Lisboa, que é igualmente realizado em São Paulo, Madrid, Istambul e Barcelona, que apresenta um leque alargado de iniciativas que pretende promover, debater e demonstrar a evolução e as possibilidades da economia digital.

Tal como em anos anteriores, a edição de 2012 da feira profissional de comércio electrónico e marketing digital conta com o empenho da ACEPI.

[vimeo]http://vimeo.com/36963166#[/vimeo]

Este ano, a organização da feira prevê a presença de 70 expositores, dispostos no Centro de Congresso de Lisboa. Ao longo dos dois dias, aguardam-se cerca de seis mil visitantes que, para além de ficarem a par das últimas tendências de negócios online, poderão assistir a inúmeras seminários e diversos fóruns temáticos, a decorrer em duas salas do Centro.

A Exposição terá entrada gratuita para os que se registarem no site oficial antes do seu início.

Numa altura em que o Comércio Electrónico se tornou numa área de forte expansão em Portugal, dinamizando os mercados e intensificando a competitividade existente, esta é uma oportunidade para encontrar soluções inovadoras que ajudem a dinamizar as empresas e os negócios nacionais.

Estive presente nas edições anteriores e recomendo vivamente que se puderem devem marcar presença. As sessões costumam ser muito interessantes, assim como os vários debates e os stands dos expositores, isto para não falar no networking e na possibilidade de falarmos directamente com vários parceiros ou potenciais parceiros de negócios.

Mais informações em: http://www.the-eshow.com/lisboa/

Balanço do e-commarketing Show 0

Foi excelente este evento que se realizou em Lisboa, com a co-organização da ACEPI. Fiquei também muito contente com a parceira realizada aqui no blog, tendo sido o tolnetwork.com um dos blogs associados.

O Ecommerce e o Marketing online estiveram bem representados por várias empresas e participantes que debateram assuntos cada vez mais relevantes para quem quer iniciar-se ou manter uma presença online. As temáticas foram excelentes e tal como acontece em muitos destes eventos, é pena não podermos estar em todas as sessões ou então algumas não poderem ser esticadas para esmiuçar alguns dos assuntos.

Gostei especialmente do Forum direito digital, do seminário SAPO: 3 ecrans – máxima cobertura, do Search Congress, caso de Êxito – peixefresco.com.pt e do fórum peritos.

Entre as presenças nos expositores gostei especialmente de ver o sucesso que teve o NetLucro, com muita gente a parar no stand nº4, e que segundo o José Veiga, poderá a curto prazo traduzir-se num bom número de campanhas para esta plataforma que foi agora relançada neste evento. Tive também a oportunidade de falar com a Netaffiliation, que brevemente terá uma presença mais activa no mercado nacional, acompanhando os afiliados. O stand do SAPO estava também muito bom.

O ponto mais alto na minha opinião foi no fórum Display Advertising, quando os intervenientes tentaram posicionar os anúncios SAPO acima do Google Adsense. Nos argumentos a favor estaria a superior tecnologia do SAPO em contextualizar os anúncios. Obviamente que só quem estiver desatento ou não conhecer ambas é que acreditaria nisto. Este argumento foi devidamente rebatido com um exemplo por pessoas da audiência, assim como outros relativamente à qualidade dos sites da rede SAPO vs sites da rede Adsense. No entanto considero que há vantagens em que quem anuncia em Portugal olhe também para os anúncios SAPO, pois a concorrência é menor, o custo do click é mais baixo e os utilizadores do SAPO tem uma ligeira tendência para converter melhor.

Foi também uma excelente oportunidade para Networking, de conhecer melhor algumas pessoas com quem estamos habituados apenas a interagir nos fóruns, blogs e msn. À noite houve um jantar em Alcântara onde a Sangria e os negócios online se destacaram.

Notei também que no sábado esteve menos gente. Este evento era grátis e os bloggers e webmasters deviam ter aderido mais. Quem tem uma presença online e trabalha por conta própria nestas áreas tem todo o interesse em conhecer o que se faz em Portugal ao nível empresarial e com iniciativas individuais de empreendedorismo. Mesmo que não aprendam nada, podem sempre inspirar-se com as ideais e negócios dos outros.

Marketing de afiliados 7

Uma das vantagens do marketing de afiliados é que se ganha uma comissão pela conversão que se realiza, quer seja um preenchimento de um formulário ou até mesmo uma venda. Normalmente as comissões têm um valor mais elevado do que a maior parte dos clicks num anúncio Adsense, no entanto também é mais difícil de se conseguir a conversão.

Em Novembro de 2009 publiquei um guest post no dinheirooportunidade em que abordei, de uma forma criativa, a forma como estava a utilizar algumas plataformas de afiliação e promovia alguns produtos, transpondo para o offline o trabalho envolvido para comparação.

Obviamente que não é fácil conseguir promover determinado produto num site, muitas vezes que aborda uma quantidade vasta de temas e com público de diversos perfis. Desenganem-se mais uma vez se acham que é fácil ganhar dinheiro através dos programas de afiliados ou outros métodos na internet. Dá trabalho! E não é pouco.

Imaginem que possuem uma empresa, com porta aberta numa zona comercial bem posicionada numa cidade com bastantes habitantes. Imaginem por ex que o vosso negócio é vender Seguros. Por cada pessoa que vos procurasse, teriam que promover o vosso produto, dedicando algum tempo a explicar as vantagens do vosso produto e como se destaca da concorrência. Se não tivessem mais do que um empregado, novos clientes que entrassem à procura de informação, teriam eventualmente que esperar que terminasse o atendimento de outros clientes para serem atendidos.

O paleio teria que ser repetido vezes sem conta, até se conseguir algum cliente (conversão). Eventualmente às 19h00 a vossa empresa fecharia portas e só voltaria a atender clientes no dia seguinte. Em casa fariam as contas aos custos fixos da empresa e ao número de vendas que ainda era preciso fazer até ao fim do mês para poder pagar aos empregados.

Com um bom site, bem posicionado nos motores de pesquisa para mais do que 1 termo relacionado, uma boa estratégia e alguma sorte, poderiam igualmente desenvolver uma actividade do tipo empresarial na mesma área.

As vantagens podem ser várias, como o facto de poderem ter sempre a porta aberta ao público, não terem que repetir tarefas vezes sem conta para vender o produto, custos fixos bastante inferiores e com uma dedicação bastante menos a este negócio.

Para isto poder acontecer, é preciso também que empresas com bons produtos apostem no marketing de afiliados, que existam boas plataformas de afiliação para servir de intermediários entre os anunciantes e os webmasters ou bloggers, e que estas plataformas possuam bastante campanhas e sejam credíveis ao nível do suporte, dos pagamentos e que sejam igualmente credíveis.

Obviamente que o nosso mercado não está tão avançado como nos EUA, mas é possível ter sucesso em Portugal com o marketing de afiliados.

Não vos vou promover nenhum produto, site ou ebook sobre este tema. Apenas me inspirei no facto de que ontem, consegui vender 2 produtos com uma diferença de apenas 10m, que não conseguiria se tivesse uma empresa aberta mesmo num centro comercial de grande afluência; consegui vender no mesmo site, produtos de idênticos e concorrentes, depois da 1 da manha e que as empresas neste nicho não conseguem pois cumprem um horário normal.

O melhor de tudo é que não dediquei tempo nenhum a este negócio ontem, limitei-me a ver as estatísticas.

Lembro, que em nenhuma altura neste texto refiro que se trata de uma actividade fácil, em que se obtém lucros seguindo determinada receita ou que o sucesso é garantido.

Online Marketing Expo 9

No passado dia 24, prescindi da festa do S. João no Porto e fui até à OMExpo em Lisboa. Um dos principais objectivos que tenho ao participar neste tipo de eventos é sentir o que se passa em Portugal, em especial em relação às empresas. Estes eventos são importantes, para fazer crescer a indústria do Marketing Online no nosso País. Neste sentido acho que a mensagem foi bem passada às empresas e agências de marketing presentes.

O evento foi bom e a maior parte das sessões a que assisti foram interessantes. Não vou falar das sessões em particular, mas apenas destacar algumas coisas:

1. A Zanox queixa-se que para o mercado crescer em Portugal é preciso haver mais afiliados em Portugal. A crise é também uma oportunidade para a afiliação. Eu sou afiliado da Zanox, mas apenas recentemente comecei a usar um programa em que eventualmente poderei ter sucesso nos meus sites. Se estiverem interessados registem-se, há excelentes campanhas para alguns nichos de mercado.

2. A Tradedoubler refere também que na crise o marketing de resultados é uma excelente oportunidade. Na apresentação foi feita referência a que pagamento feito pelos anunciantes deve ser feito a tempo e horas, eventualmente pré-pago como em alguns países. Destaco em particular que comecei a usar Tradedoubler há pouco mais de um mês e os resultados foram imediatos, mesmo promovendo as vendas de um produto que não acreditava muito que pudesse funcionar.

3. Foi referido em mais do que uma sessão que os pagamentos feitos aos afiliados devem ser justos e compatíveis com resultados obtidos. Os pagamentos aos afiliados devem ser periodicamente, pois são uma extensão da força de vendas de uma empresa que anuncia online.

4. Gostei particularmente da sessão da ActualSales e da forma como promovem os produtos dos seus clientes. A sessão muito virada para conceitos de marketing foi a que mais me interessou e que eventualmente mais aprendi, por não ser dessa área. Registei-me em (R)evolução e recebi um ebook sobre 9 passos para se tornar num pioneiro da publicidade online. Aconselho o download, até porque é free. Quote: “Dentro de 10 anos, quem pretende manter um lugar lucrativo nesta indústria tem de estar preparado para a (r)evolução. Até porque esta nova publicidade, baseada na Internet, já existe, já vende e pode já hoje ser uma vantagem real para os negócios que a praticarem.”

Não menos importante neste tipo de eventos é a possibilidade de se conhecerem pessoas ou de finalmente contactarmos pessoalmente alguns amigos e colegas de “profissão” que conhecemos apenas do msn, fóruns e twitter. Estive com o José Veiga do Euroluso, O Webmilionario, o Tiago do Canalmail, Miguel do StandVirtual e mais alguns. Foi pena não ter tido a oportunidade de conhecer outros colegas do Mais Tráfego.

Espero que o evento se repita no próximo ano e que ganhe mais notoriedade.

Pag 1 de 212

ganhar dinheiro

  • tirei tudo
  • Já não promovo nada
  • Nem mesmo ebay
  • TLA muito menos
  • nothing

Sobre mim

O meu nome é Rui Augusto e aqui neste blog partilho conhecimento, experiências e opiniões sobre temáticas ligadas à rentabilização e promoção de sites. Mais detalhes podem ser verificados na pagina sobre o tolnetwork.com

twitter feeds flicker twitter Dihitt

tolnetwork.com is powered by WordPress and Customized FREEmium Theme.
developed by Dariusz Siedlecki and brought to you by FreebiesDock.com