Tags rentabilizar

Desenvolver aplicação para o iPhone 9

Já fiz referências ao facto de ser importante adaptar os nossos sites aos smart phones. No WordPress isso é fácil instalando um plugin ou tema específico para o efeito. Com o iPhone e agora mais recentemente com o Android, muitos mais utilizadores vão aceder à web em qualquer lugar. É por isso importante estar preparado para novas formas de ganhar tráfego e até de o rentabilizar.

Não tenho um iPhone, mas quem tem, procura e compra frequentemente aplicações no Apple Store. Desenvolver uma aplicação útil ou que proporcione entretenimento pode ser muito lucrativo. Mas eu não programo!

Mas isso não pode ser impeditivo de se fazer qualquer coisa. No outro dia, depois de conversar sobre este assunto com colegas, cheguei ao appmakr, um site que permite de forma fácil construir uma aplicação para o iPhone incluindo conteúdos provenientes de várias fontes.

Através de um wizard e fornecendo imagens, logos e fontes de conteúdo, conseguimos facilmente construir uma aplicação. Para além disso é possível incluir publicidade na mesma, aumentando as probabilidades de rentabilização. Neste campo podemos usar um dos dois sponsors disponíveis (medialets ou Admob) ou então adicionar o código de outro sistema (320×50).

O custo de uma conta no appmakr é de $199 para uma conta normal, em que é a appmakr que submete a aplicação para o Apple store, ou então uma conta de developer de $499 em que a aplicação é submetida com o nosso nome e certificados e em que inclusivamente podemos especificar um valor para a aplicação. Eu utilizei a primeira, mas com o acesso a um cupão de desconto de $150 pelo que a aplicação custo $49.

Ter uma aplicação no Apple Store, ainda que grátis, pode ter muitas vantagens, em termos de branding e de fidelização de utilizadores. Pode ser também uma boa fonte de tráfego ou de os utilizadores chegarem ao nosso site. Mas isso podia acontecer igualmente se eles abrirem o browser e acederem à internet… As vantagens numa aplicação deste tipo é que o conteúdo está disponível offline também e quem procura por determinado tema no Apple Store, tem à partida menos resultados do que alguém que procura no Google.

Assim, o tuning.online.pt passa a estar disponível no Apple Store. Se tens um iPhone vai procurar a aplicação, uma procura por tuning permitirá identificar facilmente o icon da aplicação. A aplicação é gratuita. Nesta aplicação estão configuradas alguns conteúdos do site, nomeadamente as notícias, os artigos de destaque, a secção de vídeos e a de reviews de sites.

A aplicação pode ser testada neste link: http://bit.ly/4WHFnr

Agora, para além do anúncio da aplicação no tuning.online.pt, onde espero que alguns utilizadores passem a usar a aplicação, vou analisar no Analytics o tráfego que pode ser proveniente de iPhones. No caso do iPhone, o tráfego apenas pode ser identificado pela Screen resolution (320×396). Independentemente de trazer ou não tráfego, de poder ser ou não recuperável o dinheiro que investi na aplicação, acho que é mais um passou para preparar o tuning.online.pt para o décimo aniversário.

Rentabilizar o novo blog 25

Um dos objectivos que cada um de vocês que entrou no concurso Problogger tem, é que no final do concurso, o blog já esteja a render uma quantia interessante. O facto de que a maior parte dos blogs em concurso tem muito pouco tempo de existência, alguns com menos de um mês, faz com que as possibilidades de o rentabilizar ainda sejam poucas.

Embora eu tenha lembrado para a necessidade de se pensar no design e na colocação dos banners desde o início, não significa que a melhor abordagem seja carregar o blog de publicidade. O facto de existirem também muitos sistemas para rentabilizar um blog, utiliza-los a todos em conjunto não é certamente a melhor abordagem. Cada banner, cada link externo, representa um ponto de saída de um visitante para outro website. Ter muitos desses pontos de saída, vai fazer com que a probabilidade de haver mais clicks em cada anúncio seja menor, reduzindo assim o potencial de cada um desses blocos e eventualmente o interesse dos potenciais anunciantes. Deverá existir assim um bom balanceamento entre o que é conteúdo e publicidade.

O mais importante de todo o processo é criar conteúdo interessante. Criar valor, ou um serviço de qualidade deve ser o objectivo inicial, se bem que isto nunca deverá ser esquecido. Este processo irá fazer com que outros bloggers e sites coloquem links para o vosso conteúdo. Com o tempo o vosso blog vai ganhar autoridade junto dos motores de pesquisa. Sem links para os vossos sites, dificilmente vão ganhar tráfego suficiente.

Se o vosso blog vai ter essencialmente a vossa opinião sobre vários assuntos, também vai ser possível rentabilizar isso. É contudo necessário ter uma certa originalidade e ganhar reputação. Se o objectivo é vender espaços publicitários, o tráfego é uma necessidade muito importante ou então não haverá muitos interessados em pagar para não receber visitas.

Outro aspecto que queria salientar e repetir é que o que pode resultar para rentabilizar um blog, pode não ser o melhor para outro. Dependendo do sucesso que tenham no vosso trabalho de promoção e do tipo de conteúdo, nem sempre o Adsense é a fórmula mágica. Os programas de afiliados, venda de links ou reviews e a própria venda dos vossos serviços e conteúdos podem ser mais rentáveis muitas vezes.

A originalidade e a forma de promoção são importantes. Colocar publicidade que não pareça publicidade pode resultar em sucesso quando os formatos normais de banners são quase invisíveis para a maior parte dos utilizadores. O facto de que hoje em dia a publicidade online está muito difundida faz com que seja possível que para qualquer tipo de conteúdo haja publicidade contextual.
Por ex, ao se fazer uma qualquer review a um produto, em que manifestamos a nossa opinião sobre ele, devemos dar a oportunidade ao visitante a poder comprar esse produto directamente do blog. Isso consegue-se através da utilização dos diversos widgets Amazon, da integração de links para o ebay ou mesmo da colocação de banners para sistemas de afiliados desse mesmo produto. Esta forma de utilização dos sistemas de afiliados é mais rentável e complementa a experiência do utilizador.

Hoje em dia existem muitos sistemas intermediários para facilitar a venda de publicidade. Estes levam contudo um parte importante dos eventuais lucros. É o caso do TLA, ReviewMe, Sponsored Reviews, etc. Disponibilizar uma página com detalhes sobre formatos de publicidade existentes no blog poderá facilitar que os potenciais anunciantes se sintam à vontade para tentar a sua sorte no vosso blog. Mesmo que esta página não exista, às vezes um simples link para o formulário de contacto poderá ser suficiente. Embora não seja uma pratica que eu tenha muito frequentemente, o que é certo é que nos 2 ou 3 sites onde tenho este tipo de página os contactos para publicidade são frequentes.

Os resultados poderão não ser imediatos, mas a longo prazo, se o blog não for esquecido terá certamente muito potencial. Para os que estão a ler agora este artigo, e não estão enquadrados, este artigo faz parte de uma série onde se vai abordar todo o processo de iniciar um blog e rentabiliza-lo. Este curso/concurso pode ser acompanhado por qualquer pessoa com os artigos da secção Pro blogger, mas para ter acesso ao prémio final de 1500€, estão fechadas as inscrições. Os últimos artigos da série são:

ganhar dinheiro

  • tirei tudo
  • Já não promovo nada
  • Nem mesmo ebay
  • TLA muito menos
  • nothing

Sobre mim

O meu nome é Rui Augusto e aqui neste blog partilho conhecimento, experiências e opiniões sobre temáticas ligadas à rentabilização e promoção de sites. Mais detalhes podem ser verificados na pagina sobre o tolnetwork.com

twitter feeds flicker twitter Dihitt

tolnetwork.com is powered by WordPress and Customized FREEmium Theme.
developed by Dariusz Siedlecki and brought to you by FreebiesDock.com